Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Três Mãos

A três mãos se escreve, a dois olhos se lê, a um o pensamento que perdura

Vivências fictícias

  

Aqui, no “A três mãos”, os meus dedos pressionam o teclado para escrever textos de ficção.

Aqui, a BB é uma mera narradora de histórias que passaram ao lado da História, uma simples comentadora de paisagens inexistentes e uma aldrabona relatadora de acontecimentos que não aconteceram.

Aqui, podem abstrair-se da realidade, por breves momentos, para se juntarem a nós nestas vivências fictícias.

Ontem (não) foi isto que pensei enquanto deixei o meu olhar perder-se para lá da janela da cozinha:

                                                                                              

          

A larga janela da sala, trespassada por quentes raios de Sol, permite-me avistar uma paisagem que nunca deixa de me surpreender. A erva seca, contrastante com o azul esverdeado da água do rio, deixa em evidência a construção medieval.

Não é imponente, mesmo em ruínas?

Como sempre, os meus pensamentos acabam na lenda do ferreiro endiabrado, quando me permito mirar este cenário durante algum tempo.

Conto-vos a lenda muito resumidamente: segundo consta, o castelo de Hibrato (que é aquele que vemos ali ao fundo, na outra margem do rio), foi o local da execução de Ludovico, o ferreiro mágico condenado por suspeita de ter transformado os ossos do rei Ernesto VI em ferro.

Alguns loucos defendem a veracidade desta lenda, afirmando que o esqueleto metálico deste rei continua preservado na ala norte do castelo. Porém, segundo eles, ninguém se atreve a procurá-lo, pois ouve-se um ruído semelhante ao som da percussão de dois metais sempre que alguém se aproxima da entrada das ruínas.

Outros desatinados arriscam-se a dizer que é o ferreiro quem assombra a fortaleza. Amanhã vou lá espreitar aquilo. Alguém se sente com coragem para vir comigo?

 

 

Ah, não vos avisei na introdução:

Aqui, vocês podem ser as personagens de um conto.

  

12 comentários

Comentar post